Rabobank Brasil - RSS feed /DotBr/pt/content/rss.html Rabobank Brasil - RSS feed pt <![CDATA[Press release - Rabobank lidera ranking global de sustentabilidade ]]> ?utm_medium=RSS O ranking contemplou 294 bancos, sendo que o Rabobank recebeu a pontuação mais alta no quesito de aplicação de Governança Social e Ambiental (ESG) nos serviços prestados.

O Rabobank, banco especializado em soluções financeiras para o agronegócio, alcançou a melhor colocação no ranking global de sustentabilidade para grandes bancos. Promovido pela Sustainalytics, o ranking contemplou 294 bancos, sendo que o Rabobank recebeu a pontuação mais alta no quesito de aplicação de Governança Social e Ambiental (ESG) nos serviços prestados.

“O Rabobank analisa junto aos clientes o cumprimento da nossa política de sustentabilidade. Os clientes e prospects que não estiverem em conformidade com os requisitos são orientados sobre as mudanças necessárias. Se não houver melhora, o banco suspende a prestação de serviços. Essa integração da política em nossas operações de empréstimo é extremamente importante para os investidores” afirma Bas Rüter, diretor global de Responsabilidade Socioambiental do Rabobank.

A Sustainalytics concluiu que o risco de o Rabobank incorrer em danos financeiros devido à política de sustentabilidade é muito pequeno. Esse dado é relevante para investidores institucionais que desejam investir em empresas sustentáveis. Há 4 anos, o Rabobank obteve a  62ª posição no ranking, mas, nos dois anos seguintes, ficou entre as  10 melhores e em 2018 ficou com o segundo lugar.

Líder global em pesquisa e classificação de sustentabilidade para investidores, a Sustainalytics leva em consideração o conteúdo da política de sustentabilidade e o principal, como o banco a aplica na prática.

]]>
Eventos Corporativo Tue, 19 Feb 2019 09:26:49 GMT 259655
<![CDATA[Outros]]> ?utm_medium=RSS

]]>
Eventos Corporativo Wed, 31 Oct 2018 10:22:11 GMT 258190
<![CDATA[WWF-Brasil e Rabobank fomentam expansão de sistemas de integração floresta e agricultura em estudo]]> ?utm_medium=RSS De acordo com o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas - IPCC, as previsões de temperaturas mais quentes e de mudanças na frequência das chuvas vão, sem dúvida, impactar o setor agrícola e a exploração madeireira. Estimativas para as próximas décadas preveem mudanças do clima tão intensas a ponto de mudar a geografia da produção brasileira.

Isso colocaria ainda mais em risco ecossistemas únicos como a Amazônia e o Cerrado, atualmente já impactados pelo desmatamento ilegal. Além disso, a atividade agropecuária é a segunda maior fonte de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), atrás apenas das emissões provenientes de mudanças no uso do solo (que tem a expansão agropecuária como principal causa).

Esse cenário de risco apresenta ao mesmo tempo uma oportunidade. Pois, os sistemas integrados, agricultura com floresta, aparecem como uma alternativa de produção estratégica, viável e necessária para aumentar a sustentabilidade econômica e ambiental das propriedades rurais.

Assim, expandir a adoção de modelos de intensificação e integração agropecuária é essencial para melhorar o uso das áreas já abertas e para reduzir a pressão por mais desmatamento.

Pensando nisso, o WWF-Brasil com apoio do Rabobank, elaborou um estudo sobre o potencial regional em ampliar essas áreas com os Sistemas de Integração-Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF) no seu modelo mais completo, isto é, implementando também o componente florestal, por entender que este traz benefícios adicionais ao sistema.

Chamado de “Potencial das regiões brasileiras para expansão dos sistemas de integração Lavoura-Pecuária-Floresta - Análise de Fatores e de Oportunidades para Implementação de Sistemas Integrados”, o relatório busca compreender a aptidão das regiões brasileiras para a adoção e expansão de sistemas de iLPF.

Segundo o documento, a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta é um sistema dinâmico, que incorpora a produção agrícola, pecuária e florestal dentro da propriedade, buscando aumentar a produtividade, diminuir riscos e valorizar a unidade de produção e a qualidade ambiental. 

“Esses sistemas são arranjos produtivos eficazes, pois podem alcançar os mesmos resultados de produção que uma agricultura regular em uma menor área ocupada e com maiores benefícios ecossistêmicos. Além de contribuir com a redução de emissão de Gases de Efeito Estufa e a pressão pela abertura de novas áreas de produção, os sistemas podem ser uma alternativa de produção que contribui para um cenário cujas cadeias de produção agropecuárias são livres de desmatamento”, explica Carolina Siqueira, analista sênior do WWF-Brasil e sistematizadora do estudo.

Além dessas vantagens, os sistemas oferecem benefícios financeiros para os agricultores que adotam a integração com aumento de rentabilidade e diversificação econômica.

“O Rabobank e o WWF-Brasil têm como ambição fomentar cada vez mais os sistemas iLPFs no Brasil. Com esse estudo, buscamos entender quais são as regiões com maior potencial para a expansão desses sistemas, assim como os fatores decisivos na tomada de decisão do produtor ao optar pela integração”, esclarece Thais Fontes, Gerente de Sustentabilidade do Rabobank Brasil.

Para alcançar os propósitos da análise, foram utilizados procedimentos metodológicos complementares, como a coleta de dados para modelagem geoespacial e entrevistas qualitativas com produtores rurais.

As análises geoespaciais permitiram identificar maior potencial para implementação da tecnologia ILPF nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul – com destaque para a porção norte do estado - e o estado de São Paulo. Já em relação à área absoluta para a aptidão à ILPF, se destacam os estados do Mato Grosso (porção central do estado), Minas Gerais (região oeste) e Mato Grosso do Sul (porção sul do estado).

O estudo traz ainda uma análise qualitativa das entrevistas e identificou um ponto relevante para o sucesso do sistema ILPF (completo), a necessidade de reduzir a incerteza quanto à venda da madeira. A falta de garantia de compra no período de colheita é uma das principais barreiras à adoção de plantios florestais comerciais. Diante disso, a criação de mecanismos de comercialização que reduzam este risco poderia estimular significativamente a ampliação da adoção de sistemas iLPF.

]]>
Eventos Corporativo Wed, 03 Oct 2018 13:56:59 GMT 257658
<![CDATA[Rabobank Brasil patrocina evento da ONG Banco de Alimentos que celebra o Dia Mundial da Alimentação]]> ?utm_medium=RSS Para celebrar o Dia Mundial da Alimentação e chamar a atenção para a questão do desperdício de alimentos, a ONG Banco de Alimentos realiza na sexta-feira, 5 de outubro, no Unibes Cultural, em São Paulo, um ciclo de palestras sobre os alimentos mais consumidos pelos brasileiros, uma verdadeira imersão nas tradições culinárias do país. As palestras serão apresentadas por cinco chefs renomados, um de cada região do país, que abordarão aspectos como: nutrição, uso cultural e possibilidades de aproveitamento integral dos alimentos. Participarão do evento os chefs: Madu Melo (Nordeste), Raul Godoy (Norte), Fernando Mack (Centro-Oeste), Cassio Prados (Sudeste) e Marcos Livi (Sul).

Luciana Chinaglia Quintão, presidente-fundadora da ONG Banco de Alimentos, considera fundamental que as pessoas despertem para a importância da boa alimentação. “Acredito que as bases para a construção de um futuro mais justo estão na educação e no direito de acesso a uma alimentação de qualidade”, afirma. Segundo dados da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, FAO, existem 815 milhões de pessoas passando fome no mundo. No Brasil, segundo a ONG Banco de Alimentos, 25 milhões de pessoas poderiam ser alimentadas todos os dias com os alimentos que são desperdiçados; 41 mil toneladas de alimentos são desperdiçadas todos os dias no Brasil, segundo dados do Instituto Akatu.
"Estamos muito felizes em anunciar a quinta edição do Dia Mundial da Alimentação. A gastronomia brasileira é extremamente rica. Como o Brasil tem dimensões continentais, acabamos não conhecendo todo o potencial nutritivo que os alimentos brasileiros podem nos oferecer. Promover a saúde por meio do combate à má nutrição é tarefa diária de todos que trabalham na ONG Banco de Alimentos”, explica Natalia Rodrigues, nutricionista da instituição. A ONG atua com o objetivo de minimizar os efeitos da fome e de combater o desperdício de alimentos, permitindo que um maior número de pessoas tenha acesso a alimentos básicos e de qualidade – e em quantidade suficiente – para uma alimentação saudável e equilibrada. O trabalho da ONG possibilita a complementação alimentar diária para mais de 20 mil pessoas em 45 instituições sociais.


Instituído pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o Dia Mundial da Alimentação é celebrado em 16 de outubro em mais de 150 países com atividades relacionadas à nutrição e à alimentação. Os eventos promovem conscientização e ação global para aqueles que sofrem com a fome e a necessidade de garantir a segurança alimentar e dietas nutritivas para todos. O Dia Mundial da Alimentação é também uma oportunidade para demonstrar o compromisso com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2 – Alcançar a meta do #FomeZero em 2030. O evento “5 renomados chefs de cozinha, 5 regiões do país e 5 alimentos regionais” é gratuito e acontece das 14h às 18h. Conta com patrocínio do Rabobank Brasil e apoio da Unibes Cultural, que cedeu suas instalações. “Como banco focado no agronegócio, o Rabobank Brasil tem o compromisso de participar de iniciativas que promovam a disseminação de conhecimento e integração dos elos das cadeias do agronegócio. Participar do 5º Dia Mundial da Alimentação está alinhado com a nossa missão global de Cultivar um Mundo Melhor Juntos, que tem o objetivo de apoiar ações que fomentem a sustentabilidade no campo e a conscientização da sociedade para temas importantes como nutrição e desperdício de alimentos”, destaca Thais Fontes, gerente de sustentabilidade do Rabobank Brasil. A Unibes Cultural fica na rua Oscar Freire, 2.500, ao lado da estação Sumaré do metrô. Para mais informações sobre o evento, acesse aqui.


Confira a programação das palestras:
14:00 – 14:30: Boas-vindas e cadastramento
14:30 – 15:00: Chef Cassio Prados – Região Sudeste
15:00 – 15:30: Chef Fernando Mack – Região Centro-Oeste
15:30 – 16:00: Chef Raul Godoy – Região Norte
16:00 – 16:30: coffee break
16:30 – 17:00: Chef Madu Melo – Região Nordeste
17:00 – 17:30: Chef Marcos Livi – Região Sul
17:30 – 18:00: encerramento

]]>
Eventos Corporativo Wed, 03 Oct 2018 11:38:19 GMT 257654
<![CDATA[Querência recebe exposição fotográfica “Retratos da Terra”]]> ?utm_medium=RSS A exposição acontecerá na Biblioteca Pública Municipal Fonte do Aprendiz e ficará aberta para visitação do público de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e das 13h30 às 18h, até dia 21 de agosto. A entrada é gratuita. A mostra é o resultado do projeto Retratos da Terra realizado em Querência durante o mês de abril, com o patrocínio do Banco Rabobank.

Os 20 jovens que participaram do projeto receberam formação técnica em fotografia e saíram a campo para registrar imagens de vários locais da cidade, cuidadosamente escolhidos para mostrar a cadeia da alimentação e seus impactos na vida da comunidade local. A exposição é muito mais do que uma junção de belas fotos, trata-se do resultado de uma sensível reflexão sobre os hábitos e a cultura da cidade. Fotografaram aspectos importantes da alimentação: como são produzidos os alimentos, colhidos e comercializados; também participaram de um workshop sobre aproveitamento de alimentos, que foi fonte de inspiração. O objetivo é estimular a conscientização sobre a importância da alimentação, evitar o desperdício e estimular o aproveitamento total de cada alimento.

“O Rabobank valoriza o potencial dos jovens de transformar a realidade e, consequentemente, contribuir para o futuro do agronegócio. Com a exposição, a comunidade poderá ver o resultado das reflexões dos jovens a respeito da cadeia de alimentos”, afirma Fabiana Alves, diretora do Rural Banking do Rabobank Brasil.

A fotógrafa Daniela Munchen, que vive em Querência há quatro anos, também foi convidada para representar o olhar de uma artista local sobre o tema. A curadoria da exposição é de Karina Bacci que, durante o projeto, ministrou aulas de fotografia e artes para os participantes. A iniciativa busca despertar nos participantes a reflexão, valorização e consciência de si mesmos e a importância da alimentação, uso consciente e aproveitamento de alimentos, além de ressaltar a arte e a fotografia como forma de expressão.

O projeto conta, ainda, com um catálogo fotográfico – um documento artístico com todas as fotos da exposição e algumas que não foram expostas.

"Retratos da Terra” é idealizado pela Elo3 Integração Empresarial e viabilizado com recursos obtidos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, Lei Rouanet. O projeto conta com patrocínio do Banco Rabobank.


Serviço:
Retratos da Terra
Entrada: Aberta ao público - Grátis
Local:  Biblioteca Pública Municipal Fonte do Aprendiz
Av. Mato Grosso, 436 - Lote 1 – Quadra 6 – Setor C
Abertura: 19.07, às 9h00
Visitação: de 19.07 a 21.08
segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e das 13h30 às 18h

]]>
Eventos Corporativo Wed, 18 Jul 2018 08:19:49 GMT 256297
<![CDATA[Rabobank e UN Meio Ambiente anunciam programa de US$ 1 bilhão para estimular a produção sustentável de alimentos]]> ?utm_medium=RSS Iniciativa global cuja meta é promover e estimular a produção sustentável de alimentos. Para isso, será disponibilizado o valor de US$ 1 bilhão nos próximos três anos para auxiliar seus clientes em diversas iniciativas de restauração de terras e proteção florestal.

Foco em quatro questões alimentares

A iniciativa é uma parceria com a Organização das Nações Unidas - Meio Ambiente. Ela marca o início de um programa de três anos que ampliará ainda mais o apoio que o Rabobank fornece aos clientes no desenvolvimento do agronegócio sustentável. O programa Kickstart Food possui quatro temas principais: terra, desperdício, estabilidade e nutrição. O trabalho será iniciado com o tema Terra (Earth) focado na produção de alimentos sustentável e ambientalmente correta. Desperdício (Waste) se concentrará na redução da perda de alimentos em toda a cadeia. Já o tema Estabilidade (Stability) visa criar um setor alimentar e agrícola mais estável e resiliente. Por fim, o programa de Nutrição (Nutrition) trabalhará para garantir uma dieta saudável e equilibrada para todos.

Missão

O Presidente do Conselho Executivo do Rabobank, Wiebe Draijer, afirma: "Nosso papel de financiar a produção global de alimentos nos torna protagonistas para acelerar o desenvolvimento sustentável da cadeia de alimentos. Com o nosso conhecimento, rede de contatos e capacidade de financiamento, nós queremos motivar e ajudar nossos clientes na adoção de uma prática de produção de alimentos cada vez mais sustentável globalmente. Estamos orgulhosos dessa importante iniciativa em parceria com a UN Meio Ambiente e faremos novas parcerias para expandir ainda mais essa iniciativa que se encaixa perfeitamente em nossa missão de cultivarmos um mundo melhor juntos".   

Compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (SDG)

Com essa missão, o Rabobank abraça os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU. A produção de alimentos passa por um momento de importantes desafios: a população mundial ultrapassando os 9 bilhões de habitantes em 2050, a diminuição da quantidade de terras aráveis disponíveis e o impacto da agricultura nas mudanças climáticas e no meio ambiente. Portanto, o Rabobank decidiu aumentar seu apoio aos esforços já existentes, visando elevar a produção de alimentos em, pelo menos, 60% até 2050, enquanto reduz o footprint em 50%.

Em todo o mundo, o Rabobank promove ativamente a certificação ou adoção de outros protocolos reconhecidos de sustentabilidade em seus clientes. Além disso, o banco também apoia a adoção de métodos de produção sustentável e gerenciamento de solo. Esta iniciativa, juntamente com a UN Meio Ambiente, tem o objetivo de oferecer crédito, subsídios e conhecimento para que seus clientes iniciem projetos de restauração de terras em larga escala e de proteção florestal. Isso afeta positivamente seus perfis de risco, facilitando, inclusive, o acesso aos empréstimos.

Contribuindo com iniciativas já existentes

Progressos significativos já foram feitos em muitas áreas. No Brasil, por exemplo, o Rabobank vem promovendo e financiando a agricultura integrada de culturas, pecuária e silvicultura (ILPF). Trabalhando com a WWF e parceiros locais, o Rabobank unirá esforços para estimular seus clientes, detentores de 17 milhões de hectares, a restaurarem áreas degradadas em suas propriedades.

Ao se unir com seus clientes e parceiros influentes - como a UN Meio Ambiente, a WWF e o Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável - o programa Kickstart do Rabobank aumentará e dará escala a esforços similares em todo o mundo, principalmente em regiões carentes como a África.

Essas ações foram projetadas para possibilitar uma plataforma aberta à participação de todos. O Rabobank convida todas as pessoas, empresas e entidades do setor alimentar e agrícola para o programa Kickstart Food.

Para outras informações do Kickstart Food, acesse: www.rabobank.com/growingabetterworldtogether

Para mais informações sobre a parceria com a UM Meio Ambiente, acesse:  http://www.unep.org/newscentre/rabobank-and-un-environment-announce-new-billion-dollar-partnership-kickstart-climate-smart

]]>
Eventos Corporativo Tue, 17 Oct 2017 10:16:25 GMT 248728
<![CDATA[Rabobank patrocina documentário 'A Cultura do Desperdício']]> ?utm_medium=RSS O Rabobank, por exercer um papel importante nas atividades ligadas ao setor de alimentos e ao agronegócio mundial, incentiva a adoção de boas práticas relacionadas ao meio ambiente e às questões sociais. Sendo assim, este ano patrocinamos, por meio da Lei Rouanet, o documentário "A Cultura do Desperdício - Por uma sociedade mais consciente".

A estreia do documentário aconteceu durante a Virada Sustentável seguida por um debate com especialistas nos temas de desperdício e sustentabilidade. Thais Fontes, gerente do CSR,  participou das discussões. Já Fabiana Alves, diretora do Rural, fez a abertura do evento, reforçando nosso compromisso com o setor agro e a filosofia de Banking For Food.
Só no Brasil, 26,3 milhões de toneladas de alimentos têm o lixo como destino, o documentário deu voz a especialistas no tema, como Fabiana Alves (Diretora do Rural Banking Brasil), Isabela Becker (Diretora de sustentabilidade do Daterra Coffe), Luciana Quintão (Fundadora da ONG Banco de Alimentos), dentre outros, levando ao público informações com o objetivo de minimizar os efeitos da fome e combater o desperdício de alimentos, permitindo que um maior número de pessoas tenha acesso a alimentos básicos e de qualidade para uma vida saudável e equilibrada.

]]>
Eventos Corporativo Wed, 30 Aug 2017 14:13:53 GMT 247634
<![CDATA[Projeto Social - Começam as apresentações do Guardião da Agricultura]]> ?utm_medium=RSS Entre agosto de setembro as cidades de Brasilândia, Carmo do Paranaíba, Lucas do Rio Verde e Barreiras recebem um circuito de apresentações teatrais e oficinas tratando de temas como consciência ambiental e agricultura. A apresentação "O Guardião da Agricultura" é uma ação patrocinada pelo Rabobank, via lei Rouanet, com apoio da empresa 3s Projetos, para orientar sobre a importância da preservação do meio ambiente, da produção agrícola responsável e do consumo consciente.

Serão quatro apresentações da peça O Guardião da Agricultura, divididas nos períodos da manhã e tarde. Na peça, somos apresentados ao personagem Xandinho, que está preocupado com a escassez de água que afeta diretamente as plantações agrícolas de seus pais e toda a comunidade onde vive. Junto com seus amigos, Xandinho vai descobrir e a importância da alimentação saudável para crianças e adolescentes e como cuidar melhor dos recursos naturais que nos proveem esses alimentos.

Cerca de 300 crianças participarão de cada apresentação, seguidas de um workshop de energia sustentável. Nele, as crianças aprenderão por meio de uma oficina prática como a energia sustentável proveniente do sol funciona, e qual a importância dela no atual abastecimento energético de nosso país.

Ao final das atividades, também serão distribuídos livretos com informações e jogos relacionados aos temas das oficinas e apresentações, que reforçam os ensinamentos.

“O Rabobank Brasil tem o compromisso de apoiar iniciativas que levam cultura, conhecimento e educação às cidades onde atuamos. Abordar os temas de sustentabilidade e agricultura de uma forma divertida e interativa, desperta naturalmente o interesse das crianças e dos jovens para o futuro do setor e do nosso planeta”, diz Fabiana Alves, diretora do Rural Banking do Rabobank Brasil.

As apresentações O Guardião da Agricultura e oficinas fazem parte do projeto Se Eu Pudesse Mudar o Mundo, uma ação da 3S Projetos por meio da Lei Rouanet.

Serviço:

Lucas do Rio Verde: O espetáculo O Guardião da Agricultura acontece nos dias 23 e 24, quarta e quinta-feira, às 9h e 14h, e as oficinas de energia sustentável acontecem ao final das apresentações da manhã. As atividades acontecem na Praça dos Migrantes e têm entrada gratuita.

Carmo do Paranaíba: O espetáculo O Guardião da Agricultura acontece em Carmo do Paranaíba na segunda-feira (04) às 13h30 e 15h30, na escola Henriqueta Cassimira de Menezes (Rua Dr. Antonio Alves, s/n). Na terça-feira (05), a peça acontece às 13h30 e 15h30, na escola Dilza Maria de Oliveira (Rua Sete de Setembro, 840). As oficinas de energia sustentável acontecem ao final das apresentações das 13h30 e têm entrada gratuita.

Brasilândia: O espetáculo O Guardião da Agricultura acontece na segunda-feira (28) às 10h, terça-feira (29), às 10h e 14h, no Ginásio Municipal de Esportes de Brasilândia (Avenida Manoel Vicente). Na quarta-feira (30), a peça acontece às 13h, na Fundação Arthur Hoffig (Rodovia MS 395, km 27 - Fazenda Córrego Azul). As oficinas de energia sustentável acontecem nos dias 28 e 30 ao final das apresentações.

Barreiras: O espetáculo O Guardião da Agricultura em Barreiras acontece na quarta (20) e quinta-feira (21) às 10h e 13h30 no Centro Cultural Rivelino de Carvalho (Praça Landulfo Alfes, s/n). As oficinas de energia sustentável acontecem ao final das apresentações da manhã e têm entrada gratuita.

Mais informações à imprensa:

Aline Soriani (MTb 83.160) – (19) 3731-3489 / (19) 98282-1758

aline.soriani@3sprojetos.com.br | www.3sprojetos.com.br

]]>
Eventos Corporativo Wed, 23 Aug 2017 10:21:30 GMT 246919
<![CDATA[Rabobank reúne clientes de Wholesale e Rural para palestra com clientes com Maurício Oreng e Jan Lambregts]]> ?utm_medium=RSS O evento aconteceu na noite do dia 14 de agosto e reuniu um seleto grupo de clientes Wholesale e Rural. Jan esteve no Brasil para falar sobre o cenário econômico e político mundial, e o que podemos esperar dos mercados para o futuro.

"Perspectivas para a economia e mercados globais" foi o tema escolhido por Jan que trouxe importantes highlights para contextualizar os clientes do Rabobank sobre as possibilidades e diretrizes econômicas para os próximos anos, assim como seus reais impactos ao empresariado. Mauricio, por sua vez, focou em nosso mercado com a palestra "Economia e mercados no Brasil", onde foi possível ter uma importante análise da crise econômica e política que o país está enfrentando, e possíveis alternativas onde o governo pode atuar para voltar a gerar crescimento econômico e confiabilidade para os investidores.

O Rabobank ouviu alguns clientes que estiveram presentes para obter um feedback sobre esse encontro promovido pelo banco:

 

Caio Walter, da Adeco Agro, elogiou as projeções e atualizações apresentadas, em tempo dos últimos acontecimentos no Brasil. Ele ressaltou também a parceria com o Rabobank desde a criação da empresa, há 12 anos. Inicialmente sempre voltada para a parte de empréstimos, Caio também vê possibilidades em ampliar a relação com o banco na parte de inteligência de mercados e estratégias, já que a expertise do banco só tem a agregar às empresas parceiras.

Bernardo Jaramillo, da Stockler, também esteve presente e elogiou a qualidade dos palestrantes e análises apresentadas.

Camilo Lacerda, da Mosaic comentou que tem participado de outros eventos sobre perspectivas macroeconômicas e o diferencial do Rabobank foi apresentar as tendências do mercado de forma lúdica, o que foi muito interessante para facilitar o entendimento do todo. 

A área de Markets do Rabobank Brasil tem crescido nos últimos anos, oferecendo aos clientes de Wholesale e Rural uma gama de serviços e soluções financeiras como Mercado de Capitais e Derivativos. O Rabobank é o parceiro financeiro para o agronegócio. "Por meio de eventos como esse, buscamos aliar conhecimento global e network para fortalecer o relacionamento com os principais players do agro. " conclui Leonardo Veras, Diretor da Área de Markets no Brasil.

]]>
Eventos Corporativo Tue, 22 Aug 2017 15:34:23 GMT 246895
<![CDATA[Homenagem: Dia do Produtor Rural]]> ?utm_medium=RSS Agradecemos as mãos que contribuem para que o Brasil seja essa superpotência agrícola

Clique abaixo e confira a homenagem do Rabobank Brasil para todos os produtores rurais:

https://www.youtube.com/watch?v=N5B9SeeorfU

]]>
Eventos Corporativo Mon, 24 Jul 2017 14:29:21 GMT 247636
<![CDATA[Sustentabilidade: Conheça os frutos da parceria entre CSR e WWF Brasil]]> ?utm_medium=RSS Thais Fontes (team leader de CSR) e Aline Aguiar (Analista Sênior de CSR) participaram do evento "Sustainable Development Goal 17: what makes a partnership successful" na Holanda. O time teve a oportunidade de contar um pouco mais sobre a parceria entre a WWF Brasil, o Rabobank e os agricultores, explorando as opções disponíveis nas amplas extensões do cenário sul-americano para combater o desmatamento por meio de abordagens inovadoras na agricultura.

Com as ameaças à produção agrícola trazidas pela Mudança Climática, é necessário haver mudanças nos sistemas de produção, principalmente quando pensamos na crescente demanda global por alimentos. Pensando nisso, o Rabobank Brasil e a WWF elaboraram um estudo sobre os Sistemas Agrossilvipastoris*.
De acordo com o estudo, a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF)* é um sistema eficaz, já que para alcançar os mesmos resultados de produção que uma agricultura regular, é necessário seis vezes menos área ocupada. Isso reduz a pressão pela abertura de novas áreas de produção e, portanto, evita o desmatamento. Além dessa vantagem, o sistema oferece benefícios econômicos para os agricultores, já que não é necessário manter tantas terras e eles podem investir menos em herbicidas e pesticidas, contribuindo para reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

O Grupo Gazarini, nosso cliente há mais de dez anos, é um exemplo de como os sistemas agropastoris melhoraram suas operações comerciais. Para Caroline Gazarini, filha do fundador, graças ao sistema as operações diversificaram-se, de forma que o solo não se esgota à medida que é utilizado "podemos produzir sem ter que desmatar as florestas. Nós continuamente reutilizamos nossas próprias terras."

Sobre o evento, Aline Aguiar (Analista Sênior de Sustentabilidade) diz que "Levar um cliente brasileiro para dividir com o mundo experiências de boas práticas que reforçam cada vez mais o posicionamento do Brasil em relação ao Agronegócio Sustentável e mostrar que tudo isso foi feito com um parceiro de peso e de grande respeito, que é a ONG WWF, foi imensamente valioso e nos traz a certeza de que o Rabobank está no caminho certo".

Outro fruto da parceria entre WWF Brasil o Rabobank é Manual de Boas Práticas Socioambientais no Agronegócio (clique aqui e saiba mais), nele é possível encontrar informações sobre o gerenciamento sustentável da água, a aplicação do código florestal e as dez melhores práticas de sustentabilidade dos agricultores. Todas as operações comerciais do Rabobank Brasil precisam de acordo com o manual.

]]>
Eventos Corporativo Tue, 18 Jul 2017 14:48:36 GMT 247638
<![CDATA[O aquecimento global e a agricultura]]> ?utm_medium=RSS Confira o estudo feito pelo pesquisador da Embrapa Eduardo Assad, em parceira com o Rabobank, que explica sobre o aquecimento global, desde os cenários atuais, os impactos na agricultura e as oportunidades para o agronegócio brasileiro.

Os recentes relatórios do IPCC (Painel intergovernamental de mudanças climáticas) preveem que a produção de alimentos no mundo pode sofrer um grande impacto nas próximas décadas, por conta das mudanças climáticas provocadas pelo aquecimento global. Como é um tema relevante para o Rabobank, dividimos com vocês o estudo feito pelo pesquisador da Embrapa Eduardo Assad, em parceira com o Rabobank, que explica um pouco mais sobre o aquecimento global, desde os cenários atuais, os impactos na agricultura e as oportunidades para o agronegócio.]]>
Eventos Corporativo Mon, 05 Jun 2017 10:52:46 GMT 245136
<![CDATA[Manual de boas práticas socioambientais no agronegócio]]> ?utm_medium=RSS Boas práticas implementadas são sinônimo de melhores resultados e eficiência no processo. Tendo esse aspecto em vista e consciente de seu papel nas operações que financia, assim como da crescente importância da sustentabilidade, o Rabobank Brasil desenvolveu o Manual de Boas Práticas Socioambientais no Agronegócio.

Este Manual é uma revisão do material publicado em 2011, e traz as diversas atualizações ocorridas na legislação ambiental e trabalhista brasileira.

O capítulo 9 do manual conta com a parceria e coordenação da WWF - Brasil, ONG brasileira, participante de uma rede internacional sobre a conservação da natureza dentro do contexto social e econômico brasileiro.

Clique abaixo e veja o manual.


]]>
Eventos Corporativo Thu, 25 May 2017 09:53:54 GMT 245010
<![CDATA[Rabobank se une a iniciativa global para agricultura de clima inteligente ]]> ?utm_medium=RSS Davos, Suíça, 19 de janeiro de 2017 – O Rabobank acaba de anunciar sua entrada no World Business Council for Sustainable Development (WBCSD) com o objetivo de contribuir para promover a agricultura de clima inteligente, assumindo a cadeira voltada para o tema no grupo de trabalho “Finanças para Agricultura de Clima Inteligente” (Climate Smart Agriculture Finance Working Group, em inglês).

A abordagem de agricultura de clima inteligente consiste em tentar solucionar desafios climáticos presentes ao longo da cadeia de produção e que impactam a segurança alimentar mundial, com medidas desde tornar a produção mais sustentável até o combate à fome. [M1] A meta aderida pelo Rabobank é de aumentar a disponibilidade de alimentos em 50% e reduzir as emissões da agricultura e mudança de uso da terra da agricultura comercial em 50% até 2030, e está totalmente alinhada à estratégia de Baking For Food do banco.

“Como uma comunidade global, precisamos dar um passo além se quisermos alimentar uma população que atingirá 9 bilhões de pessoas em 2050. O Rabobank tem atividade em 47 países em todos os continentes e ajuda fazendeiros a terem atividades mais duradouras e produzirem  mais alimentos com menos impacto ambiental. Nós estamos animados para ampliar nosso trabalho, nos juntando a membros do World Business Council que já têm uma atuação de grande impacto nessa área”, destaca Wiebe Draijer, CEO global do Rabobank.[M2] 

Além da participação no conselho, o Rabobank será um dos parceiros inaugurais da iniciativa FReSH, promovida pelo WBCSD e pela EAT Foundation, que tem como proposta alcançar uma dieta saudável e prazerosa para todo o mundo a partir de uma produção responsável de alimentos, e promovendo a conscientização pública sobre o poder do consumidor nesse processo. A iniciativa tem em mente o contexto atual de alimentação no mundo, em que:

·         800 milhões de pessoas estão desnutridas e passam fome no mundo

·         Em 2014, mais de 1,9 bilhão de adultos estavam acima do peso, sendo que 600 milhões desses eram obesos.

·         A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) prevê que até 2050, o consumo de carnes aumentará em quase 73% em comparação com 2010.

·         Um terço de todo alimento produzido é desperdiçado ou perdido, chegando a 1.3 bilhão de toneladas anualmente, com um custo global de mais de 400 milhões de dólares.

]]>
Eventos Corporativo Thu, 19 Jan 2017 10:07:12 GMT 243249
<![CDATA[Rabobank leva a Patos de Minas exposição de projeto Olhar da Comunidade]]> ?utm_medium=RSS São Paulo, 10 de novembro de 2016 – O Rabobank Brasil, banco especializado em soluções financeiras para o agronegócio, leva a Patos de Minas (MG), a exposição fotográfica do projeto Olhar da Comunidade, que realizou workshops de arte e fotografia com crianças da E.E. José Marciano Brandão no início deste ano. A mostra acontece entre os dias 17 de novembro e 2 de dezembro no Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM) e reúne as imagens produzidas pelas próprias crianças durante as atividades educacionais.

O projeto, que contou com aulas teóricas e práticas ministradas pela artista plástica Flavia Mielnik e pela curadora do projeto, a fotógrafa Karina Bacci, tiveram o objetivo de despertar nos jovens participantes a reflexão crítica e a consciência social, mostrando a importância do agronegócio para as comunidades locais e para a construção de um futuro sustentável. Além da exposição, o resultado das atividades será reunido em um catálogo fotográfico exclusivo.

 

Em seu segundo ano com patrocínio do Rabobank, o Olhar da Comunidade já passou por doze cidades do interior do Brasil, incluindo os municípios visitados pelo projeto este ano: Cristalina (GO), Goianésia (GO), Lucas do Rio Verde (MT), Rondonópolis (MT), Campo Verde (MT), Sapezal (MT), Patos de Minas (MG) e São José da Bela Vista (SP).

 

“O Rabobank valoriza o potencial dos jovens de transformar a realidade e, consequentemente, contribuir para o futuro do agronegócio, e garantir a produção sustentável de alimentos no mundo. Com a nova etapa do projeto, a comunidade poderá ver o resultado das reflexões de seus próprios jovens ao respeito do agronegócio, além de participar desse processo de análise crítica sobre como melhorar o ambiente em que vivem”, afirma Fabiana Alves, diretora do Rural Banking do Rabobank Brasil.

 

Olhar da Comunidade é um projeto idealizado pela produtora cultural MRS e viabilizado com recursos privados obtidos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet. Para mais informações, acesse o site do projeto ou curta a página no Facebook.

 

Serviço
Local: UNIPAM – Centro Universitário de Patos de Minas, Bloco M

Endereço: Rua Major Gote, 808 – Caiçaras, Patos de Minas

Data e horários:

Abertura - 17 de novembro, às 20h

18 de novembro a 2 de dezembro, de segunda a sexta-feira, das 7h às 23h

Entrada Gratuita

]]>
Eventos Corporativo Fri, 09 Dec 2016 10:50:45 GMT 243253
<![CDATA[Rabobank leva a São José da Bela Vista exposição de projeto Olhar da Comunidade]]> ?utm_medium=RSS São Paulo, 3 de novembro de 2016 – O Rabobank Brasil, banco especializado em soluções financeiras para o agronegócio, leva a São José da Bela Vista (SP), a exposição fotográfica do projeto Olhar da Comunidade, que realizou workshops de arte e fotografia gratuitos com alunos da E.E. Maciel de Castro Junior e da E.M. José Renato Nogueira Ambrósio no início deste ano. A mostra acontece entre os dias 10 e 19 de novembro na Praça da Matriz e reúne as imagens produzidas pelas próprias crianças durante as atividades educacionais.

O projeto, que contou com aulas teóricas e práticas ministradas pela artista plástica Flavia Mielnik e pela curadora do projeto, a fotógrafa Karina Bacci, tiveram o objetivo de despertar nos jovens participantes a reflexão crítica e a consciência social, mostrando a importância do agronegócio para as comunidades locais e para a construção de um futuro sustentável. Além da exposição, o resultado das atividades será reunido em um catálogo fotográfico exclusivo.

 

Em seu segundo ano com patrocínio do Rabobank, o Olhar da Comunidade já passou por doze cidades do interior do Brasil, incluindo os municípios visitados pelo projeto este ano: Cristalina (GO), Goianésia (GO), Lucas do Rio Verde (MT), Rondonópolis (MT), Campo Verde (MT), Sapezal (MT), Patos de Minas (MG) e São José da Bela Vista (SP).

 

“O Rabobank valoriza o potencial dos jovens de transformar a realidade e, consequentemente, contribuir para o futuro do agronegócio, e garantir a produção sustentável de alimentos no mundo. Com a nova etapa do projeto, a comunidade poderá ver o resultado das reflexões de seus próprios jovens ao respeito do agronegócio, além de participar desse processo de análise crítica sobre como melhorar o ambiente em que vivem”, afirma Fabiana Alves, diretora do Rural Banking do Rabobank Brasil.

 

Olhar da Comunidade é um projeto idealizado pela produtora cultural MRS e viabilizado com recursos privados obtidos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet. Para mais informações, acesse o site do projeto ou curta a página no Facebook.

 

Serviço
Local: Praça da Matriz, São José da Bela Vista

Data: 10 a 19 de novembro de 2016
Horários:

Abertura – 10 de novembro, às 14h

11 a 19 de novembro, das 8h às 21h

Entrada Gratuita

]]>
Eventos Corporativo Thu, 03 Nov 2016 11:27:51 GMT 243259
<![CDATA[Rabobank leva a Rondonópolis exposição de projeto Olhar da Comunidade]]> ?utm_medium=RSS São Paulo, 21 de setembro de 2016 – O Rabobank Brasil, banco especializado em soluções financeiras para o agronegócio, leva a Rondonópolis (MT), a exposição fotográfica do projeto Olhar da Comunidade, que realizou workshops de arte e fotografia com alunos da Associação Kobra no início deste ano. A mostra acontece entre os dias 29 de setembro e 13 de outubro no Rondon Plaza Shopping e reúne as imagens produzidas pelas próprias crianças durante as atividades educacionais.

O projeto, que contou com aulas teóricas e práticas ministradas pela artista plástica Flavia Mielnik e pela curadora do projeto, a fotógrafa Karina Bacci, tiveram o objetivo de despertar nos jovens participantes a reflexão crítica e a consciência social, mostrando a importância do agronegócio para as comunidades locais e para a construção de um futuro sustentável. Além da exposição, o resultado das atividades será reunido em um catálogo fotográfico exclusivo.

 

Em seu segundo ano com patrocínio do Rabobank, o Olhar da Comunidade já passou por doze cidades do interior do Brasil, incluindo os municípios visitados pelo projeto este ano: Cristalina (GO), Goianésia (GO), Lucas do Rio Verde (MT), Rondonópolis (MT), Campo Verde (MT), Sapezal (MT), Patos de Minas (MG) e São João da Bela Vista (SP).

 

“O Rabobank valoriza o potencial dos jovens de transformar a realidade e, consequentemente, contribuir para o futuro do agronegócio, e garantir a produção sustentável de alimentos no mundo. Com a nova etapa do projeto, a comunidade poderá ver o resultado das reflexões de seus próprios jovens ao respeito do agronegócio, além de participar desse processo de análise crítica sobre como melhorar o ambiente em que vivem”, afirma Fabiana Alves, diretora do Rural Banking do Rabobank Brasil.

 

Olhar da Comunidade é um projeto idealizado pela produtora cultural MRS e viabilizado com recursos privados obtidos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet. Para mais informações, acesse o site do projeto ou curta a página no Facebook.

 

]]>
Eventos Corporativo Fri, 21 Oct 2016 11:05:07 GMT 243255
<![CDATA[Rabobank leva a Sapezal exposição de projeto Olhar da Comunidade]]> ?utm_medium=RSS São Paulo, 6 de outubro de 2016 – O Rabobank Brasil, banco especializado em soluções financeiras para o agronegócio, leva a Sapezal (MT), a exposição fotográfica do projeto Olhar da Comunidade, que realizou workshops de arte e fotografia com crianças da Instituição Crer e Ser no início deste ano. A mostra acontece entre os dias 13 e 28 de outubro no Hall do Paço Municipal e reúne as imagens produzidas pelas próprias crianças durante as atividades educacionais.

O projeto, que contou com aulas teóricas e práticas ministradas pela artista plástica Flavia Mielnik e pela curadora do projeto, a fotógrafa Karina Bacci, tiveram o objetivo de despertar nos jovens participantes a reflexão crítica e a consciência social, mostrando a importância do agronegócio para as comunidades locais e para a construção de um futuro sustentável. Além da exposição, o resultado das atividades será reunido em um catálogo fotográfico exclusivo.

 

Em seu segundo ano com patrocínio do Rabobank, o Olhar da Comunidade já passou por doze cidades do interior do Brasil, incluindo os municípios visitados pelo projeto este ano: Cristalina (GO), Goianésia (GO), Lucas do Rio Verde (MT), Rondonópolis (MT), Campo Verde (MT), Sapezal (MT), Patos de Minas (MG) e São João da Bela Vista (SP).

 

“O Rabobank valoriza o potencial dos jovens de transformar a realidade e, consequentemente, contribuir para o futuro do agronegócio, e garantir a produção sustentável de alimentos no mundo. Com a nova etapa do projeto, a comunidade poderá ver o resultado das reflexões de seus próprios jovens ao respeito do agronegócio, além de participar desse processo de análise crítica sobre como melhorar o ambiente em que vivem”, afirma Fabiana Alves, diretora do Rural Banking do Rabobank Brasil.

 

Olhar da Comunidade é um projeto idealizado pela produtora cultural MRS e viabilizado com recursos privados obtidos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet. Para mais informações, acesse o site do projeto ou curta a página no Facebook.

 

Serviço – Sapezal
Local: Hall do Paço Municipal

Endereço: Av Antonio Andre Maggi, 1400

Data e horários:

Abertura - 13 de outubro, às 15h30

14 a 28 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h

Entrada Gratuita

]]>
Eventos Corporativo Thu, 06 Oct 2016 11:22:06 GMT 243257
<![CDATA[Rabobank leva a Lucas do Rio Verde exposição de projeto Olhar da Comunidade]]> ?utm_medium=RSS São Paulo, 4 de outubro de 2016 – O Rabobank Brasil, banco especializado em soluções financeiras para o agronegócio, leva a Lucas do Rio Verde (MT), a exposição fotográfica do projeto Olhar da Comunidade, que realizou workshops de arte e fotografia com crianças selecionadas pela Secretaria de Cultura e Turismo no início deste ano. A mostra acontece entre os dias 11 e 26 de outubro na Prefeitura Municipal e reúne as imagens produzidas pelas próprias crianças durante as atividades educacionais.

O projeto, que contou com aulas teóricas e práticas ministradas pela artista plástica Flavia Mielnik e pela curadora do projeto, a fotógrafa Karina Bacci, tiveram o objetivo de despertar nos jovens participantes a reflexão crítica e a consciência social, mostrando a importância do agronegócio para as comunidades locais e para a construção de um futuro sustentável. Além da exposição, o resultado das atividades será reunido em um catálogo fotográfico exclusivo.

 

Em seu segundo ano com patrocínio do Rabobank, o Olhar da Comunidade já passou por doze cidades do interior do Brasil, incluindo os municípios visitados pelo projeto este ano: Cristalina (GO), Goianésia (GO), Lucas do Rio Verde (MT), Rondonópolis (MT), Campo Verde (MT), Sapezal (MT), Patos de Minas (MG) e São João da Bela Vista (SP).

 

“O Rabobank valoriza o potencial dos jovens de transformar a realidade e, consequentemente, contribuir para o futuro do agronegócio, e garantir a produção sustentável de alimentos no mundo. Com a nova etapa do projeto, a comunidade poderá ver o resultado das reflexões de seus próprios jovens ao respeito do agronegócio, além de participar desse processo de análise crítica sobre como melhorar o ambiente em que vivem”, afirma Fabiana Alves, diretora do Rural Banking do Rabobank Brasil.

 

Olhar da Comunidade é um projeto idealizado pela produtora cultural MRS e viabilizado com recursos privados obtidos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet. Para mais informações, acesse o site do projeto ou curta a página no Facebook.

 

Serviço
Local: Prefeitura Municipal de Lucas do Rio Verde

Endereço: Av. América do Sul, 2500-S

Data e horários:

Abertura - 11 de outubro, às 16h00

12 a 26 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h

Entrada Gratuita

]]>
Eventos Corporativo Mon, 03 Oct 2016 10:36:35 GMT 243251
<![CDATA[Rabobank leva a Campo Verde exposição de projeto Olhar da Comunidade]]> ?utm_medium=RSS O Rabobank Brasil, banco especializado em soluções financeiras para o agronegócio, leva a Campo Verde (MT), a exposição fotográfica do projeto Olhar da Comunidade, que realizou workshops de arte e fotografia com alunos da Unidade Executora Escola Municipal José Garbugio no início deste ano. A mostra acontece entre os dias 30 de setembro e 16 de outubro no Salão Panorâmico da Torre e reúne as imagens produzidas pelas próprias crianças durante as atividades educacionais.

O projeto, que contou com aulas teóricas e práticas ministradas pela artista plástica Flavia Mielnik e pela curadora do projeto, a fotógrafa Karina Bacci, tiveram o objetivo de despertar nos jovens participantes a reflexão crítica e a consciência social, mostrando a importância do agronegócio para as comunidades locais e para a construção de um futuro sustentável. Além da exposição, o resultado das atividades será reunido em um catálogo fotográfico exclusivo.

 

Em seu segundo ano com patrocínio do Rabobank, o Olhar da Comunidade já passou por doze cidades do interior do Brasil, incluindo os municípios visitados pelo projeto este ano: Cristalina (GO), Goianésia (GO), Lucas do Rio Verde (MT), Rondonópolis (MT), Campo Verde (MT), Sapezal (MT), Patos de Minas (MG) e São João da Bela Vista (SP).

 

“O Rabobank valoriza o potencial dos jovens de transformar a realidade e, consequentemente, contribuir para o futuro do agronegócio, e garantir a produção sustentável de alimentos no mundo. Com a nova etapa do projeto, a comunidade poderá ver o resultado das reflexões de seus próprios jovens ao respeito do agronegócio, além de participar desse processo de análise crítica sobre como melhorar o ambiente em que vivem”, afirma Fabiana Alves, diretora do Rural Banking do Rabobank Brasil.

 

Olhar da Comunidade é um projeto idealizado pela produtora cultural MRS e viabilizado com recursos privados obtidos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet. Para mais informações, acesse o site do projeto ou curta a página no Facebook.

 

Serviço
Local: Salão Panorâmico da Torre

Endereço: Avenida Brasil, Praça João Paulo II

Data e horário:

30 de setembro a 2 de outubro - de terça-feira a domingo, das 13h às 22h

3 a 16 de outubro – de terça-feira a domingo, das 16h às 22h
Entrada Gratuita

 

]]>
Eventos Corporativo Thu, 22 Sep 2016 15:43:11 GMT 240702